MINAS FAZ CIÊNCIA

A versão impressa da revista Minas Faz Ciência tem tiragem de 25 mil exemplares e é distribuída gratuitamente. Para acessar e ler a versão online, clique nas imagens.

Envie sua sugestão de pauta para revista @fapemig.br ou converse conosco pelo Facebook.

 

 

27 comentários em “MINAS FAZ CIÊNCIA

  • 27 de março de 2019 em 16:35
    Permalink

    Enviei um e-mail solicitando a revista e não obtive resposta, gostaria de saber se há outra forma de contato?

    Resposta
  • 20 de fevereiro de 2019 em 13:07
    Permalink

    Meu filho cursa o 8° ano e sempre mostra grande interesse pelos artigos da revista Minas Faz Ciência. Gostaria de receber a revista impressa, como faço?

    Resposta
  • 12 de julho de 2018 em 01:03
    Permalink

    Ola gostei desse artigo esse tipo me ajudou muito, e vou ver outros artigos.obrigado

    Resposta
  • 22 de junho de 2017 em 11:58
    Permalink

    Olá! Vou mudar de casa e queria deixar de assinar a revista, mas como faço? Não achei em lugar nenhum. Agradeço desde já!

    Resposta
  • 26 de janeiro de 2017 em 09:25
    Permalink

    Prezados, eu recebia as edições da Revista porém faz algum tempo que não recebo mais. Houve alguma alteração?

    Resposta
    • 27 de janeiro de 2017 em 18:03
      Permalink

      Ola Edson,

      Não houve mudança na entrega para quem já era assinante. Por favor, envie o nome completo e o endereço para revista@fapemig.br, para que possamos verificar se está tudo certo.

      Abco

      Resposta
  • 23 de maio de 2016 em 20:29
    Permalink

    essa revista acompanhou minha graduação e meu mestrado, faz parte da minha formação profissional, muito bom saber que a ciência quando devidamente divulgada pode ir além da universidade

    Resposta
    • 31 de maio de 2016 em 06:46
      Permalink

      Muito bom tê-la conosco, Sabrina!

      Resposta
  • 28 de março de 2016 em 10:19
    Permalink

    Bom dia! Quero parabenizar a Fapemig pela qualidade dos artigos publicados e da ótima qualidade da impressão do Minas Faz Ciência. Na oportunidade quero comunicar a mudança de endereço para a Rua Celso da Cunha Pereira, 330, Bairro Trevo, Belo Horizonte.Parabéns comitê editorial, parabéns Fapemig!
    Atenciosamente,
    Sebastião Fortunato

    Resposta
  • 17 de janeiro de 2016 em 08:41
    Permalink

    Bom dia. Recentemente li um artigo sobre “cola metálica para substituir solda”.
    Gostaria de saber mais detalhes sobre o assunto. É um processo em desenvolvimento? Podemos testar aqui em Minas Gerais? Existente fabricantes desenvolvidos? Desculpem o excesso de perguntas. É que o tema vem de encontro direto com nossas necessidades.

    Cordialmente, Geraldo Magela Silva
    Analista Refratário da Magnesita Refratários.
    gmagela@magnesita.com
    Tel. 031 3368 1263
    031 98866 2497
    031 9883 11135

    Resposta
  • 30 de maio de 2015 em 00:42
    Permalink

    Realmente a revista Minas Faz Ciência é de encher os olhos com o seu belo design e de encher a cabeça com as matérias multidisciplinares e repletas de informações relevantes. Hoje é referência para os pesquisadores, para a comunidade acadêmica e também para todos os demais públicos. com esse jeitinho mineiro de ser, logo ganhou espaço no meu dia-a-dia e agora através do meu incentivo ganha espaço nas casas dos meus alunos, nos leitores do meu blog e até no exterior. Pra mim receber em casa a revista Minas Faz Ciência é sempre um prazer, eu literalmente conto os dias a espera de ter o exemplar em minhas mãos para saborear o poder da ciência mineira e descobrir os rumos da nova tecnologia que nosso estado esta sediando. Foi através da revista que me senti estimulado a fazer o meu blog geografando.com e espero ainda realizar grandes projetos com o auxilio da mesma.
    Atenciosamente: Gabriel Caldeira Gomes, Técnico em Meio Ambiente, Especialista em Sobrevivência Selvagem e estudante de Geografia pela PUCminas

    Resposta
  • 2 de maio de 2015 em 19:56
    Permalink

    Eu parabenizo a revista Minas Faz Ciência ,pelo conteúdo,por abordar temas importantes ,e preciso,para com seus leitores,todos os seus idealizadores,que trabalham na edição de uma revista de tao grande porte.Parabéns por esse trabalho tao lindo que e enviado para todos os leitores que apreciam uma boa leitura!

    Resposta
  • 20 de março de 2015 em 18:01
    Permalink

    E Sempre uma grande alegria receber a Mimas faZ ciências. Os

    assuntos são
    Sempre enriquecedores, atualizados e estimulantes.

    Resposta
  • 21 de janeiro de 2015 em 09:48
    Permalink

    Bom dia galera bacana e importantíssima da Minas Faz Ciência. Gostaria de Pararabenizá-los pela qualidade a cada revista editada e é claro que o mérito é de todos que fazem desta revista um sucesso no campo de publicação e desenvolvimento das Ciências.

    Resposta
  • Pingback:Feijão com arroz: o prato nutritivo dos brasileiros |

  • Pingback:Minas faz ciência com arte, parceiras e inovação | Fapemig

  • 22 de agosto de 2012 em 17:41
    Permalink

    Olá.Gosto muito da revista,mas não estou recebendo em minha casa e há muito tempo que assinei.Grata.

    Jenneffer.

    Resposta
    • 24 de agosto de 2012 em 10:10
      Permalink

      Olá Jenneffer. Nossa revista é trimestral e a edição número 50 começará ser distribuída agora na última semana de Agosto.

      Caso você tenha feito seu cadastro anterior ao mês de Junho faça o cadastro novamente.
      Abraços!

      Resposta
  • 8 de janeiro de 2012 em 16:17
    Permalink

    Quero Parabenizar a equipe responsável pelo Minas Faz Ciência, recebo a Revista Minas Faz Ciência em minha residência e utilizo muitas matérias em minhas aulas de matemática, sou professor do colégio objetivo e escrevo o blog Matemática Crítica em http://www.matematicacritica.blogspot.com onde também tenho escrito matérias com subsídios da Revista Minas Faz Ciência, tenho obtido ótimos resultados em minhas aulas ao aproximar a ciência que se faz de verdade, nas universidades com a Matemática Escolar (dentro de minhas limitações, claro). Isso só é possível devido a distribuiçao gratuita da revista, já que não seria justo, embora muitas vezes o façamos, pagar do próprio bolso para lecionar. Mais uma vez, parabéns e muito obrigado pela colaboração.

    Maurício P.M. Fernandes
    São Paulo-SP

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *